março 24, 2008

hoje estreei-me em fotografia

a Humana tem andado engripada e sem paciência para nos fotografar. passa a vida a beber cházinhos quentes, com limão e mel ou, então, sentada no seu cadeirão, a ler policiais.

pedi-lhe a câmara emprestada e algumas instruções acerca do seu funcionamento e resolvi começar por fotografar os meus filhotes. sei que as fotos poderiam ter ficado melhor mas, baixinha como eu sou, em comparação com a Humana, só os consigo fotografar estando mesmo ao nível deles, pois não me atrevo a tentar puxar a câmara por aquela alça que ela tem e levá-la para cima de um móvel. já viram a tragédia que era, se eu a deixasse cair? no máximo, disse a Humana, podes por-te em cima de uma cadeira! assim fiz.

bem, vejamos os primeiros resultados:





este é um dos meus filhotes, o artur. agora reparo como ele cresceu e se transformou num vivaço gatarrão. um vândalo, é o que ele é, diz a Humana. sempre pronto a arreliar o cachorro lost e a desencaminhar o irmão para patifarias. se não tivesse ficado connosco, a esta hora já teria enveredado pelos caminhos da delinquência, diz ela. que exagero! pode ser brincalhão, mas não conheço bicho mais meigo do que ele.




este é o lancelot, irmão do artur. tem, como ele, um ano de idade e ainda não perdeu o ar de bebé. é muito dependente do irmão, segue-o para todo o lado e imita tudo o que ele faz. a princípio, por brincadeira, a Humana até lhes chamava "dupont & dupond"...


o cachorro lost não gostou da ideia de ser fotografado por mim, assim tão de perto. tive de ser rápida e de me afastar, mal acabei de fazer a foto, não fosse ele dar-me uma mordidela. eheheh mas valeu a pena, correr o risco. já viram o ar de anormal com que ele ficou? esta, vai dar para eu me rir, durante muito tempo...





e, por fim, a Humana permitiu que eu a fotografasse. assentei a câmara em cima das costas do cadeirão, carreguei no botão respectivo, e aqui está ela, enfezada e de olhos baços e congestionados. afinal, não há tez minhota que consiga resistir aos efeitos de uma gripe a sério! mas nós gostamos muito da nossa Humana, mesmo em dias assim.



o artur pediu-me que eu dedicasse as fotos dele à sua querida tia lili, a humana que vive com a nossa colaboradora OIN . só porque ela lhe acha muita graça e tem, por ele, um especial afecto.

5 comentários:

Anónimo disse...

Ai que a minha humana Lili ainda não recuperou da surpresa de ter visto o Arturzinho (como ela lhe chama). É tão engraçado! É tão querido! E não se cala. Uuuff... Aqui para nós, Amiga Idun, estou com uma boa dose de ciúmes que me provoca espirros miudinhos.
Quanto às tuas manobras fotográficas, quero dar-te os meus parabéns. Conseguiste por toda a bicharada dentro dos quadradinhos. A tua humana é que deve ser muito grande. Só aquele olho (bem bonito, aliás) ocupou o espaço quase todo.
Para a próxima, gostava de ver uma das patinhas dela. Pode ser, pode?

Festinhas, Idun, desta que se assina

OIN

Justine disse...

Idun, obrigada pela tua visita ao meu 4teto e pelos cumprimentos, que me alegraram a tarde cinzenta(e para satisfazer a tua curiosidade, o pano da mesa é uma capulana, comprada em Maputo Dezembro passado)
E agora é a minha vez de te cumprimentar: as fotos estão óptimas, é um começo muito promissor! E toda a família é deliciosa. Só é pena que a Humana esteja doente.
As melhoras para ela, muitas festinhas para ti:)

Chat Gris disse...

Fotografias lindas, Idun!... (espero que a tua humana esteja a sentir-se melhor...)
Lambidinhas com afecto para ti!

Rosa dos Ventos disse...

Gostei de conhecer melhor a tua família!
São uns queridos...
As melhoras para a Humana, o tempo também não ajuda.
Ainda não saí de casa, mas deve estar cá um frio!...
Abraço para todos

legivel disse...

... regresso às lides, visito amigos humanos, felinos e canídeos e a grande surpresa é a Idun de máquina em punho! E os grandes planos são de uma gata profissional, embora se deva reconhecer também, mérito aos modelos cuja fotogenia é por demais evidente. Uma menção especial para o cão lost cuja expressividade faz lembrar o saudoso James Dean das arábias. Perdão, dos states.

Faço votos que a Humana esteja a passar melhor da gripe. Acho fabuloso o "argumento" para consumir mel. Tenho ali um frasco por abrir que só está à espera que eu fique engripado. Atchimmm! Já estou!!

Festas e sorrisos!!

Arquivo de jardinagem