junho 22, 2008

sustos, prendas, visitas

ontem, na altura em que, juntamente com a dona e o bebé maio, fazia o seu passeio matinal pela mata que fica em frente à nossa casa, o cão lost apercebeu-se de que, nas redondezas, havia uma cadela com cio. desatou a correr, sem ligar nenhuma à dona, que o chamava, sumiu-se e só hoje de madrugada regressou a casa, ainda por cima a necessitar de curativos, pois levou uma boa dentada numa orelha. pelos vistos, hoje já se comentava, no café que a Humana frequenta, que a dita cadelinha está a provocar grande tumulto, entre os cães que habitam no nosso bairro...

um susto nunca vem só: à noitinha, durante uma das saídas da Humana, para procurar o lost, o jasmim, o gatinho cego, conseguiu sair de casa e acabou por se perder. por sorte, ela deu logo pela falta dele e, com ajuda de uma vizinha, conseguiu encontrá-lo. estava assustadíssimo, todo a transpirar e com o coração a bater de forma acelerada. só se acalmou um bom bocado depois de estar novamente em casa.

mas, em contrapartida, o dia de hoje começou bem: como já vos contei, o lost regressou, um pouco abalado mas são e salvo; a Humana está a preparar-se para receber visita de familiares, vindos de terras galaico-minhotas, como ela costuma dizer; e, também pela fresca, os nossos amigos ana e lúcio vieram trazer uma casinha térmica para o maio, que até agora dormia num cestinho, num sítio abrigado do quintal. com eles veio a mãe do lúcio, uma senhora que também tem animais e protege gatos de rua, no bairro da cidade onde nós vivemos, antes de virmos morar para esta nova casa.

a casinha foi comprada para a francisca, a cadelinha da ana. mas a francisca nunca gostou dela. qual será a reacção do maio a este presente?

a minha casa é o meu castelo





cá fica um recado do maio para a ana e para o lúcio:

mal vi esta casinha tão gira, com a minha almofada fofa lá dentro, apeteceu-me logo estreá-la! tenho passado aqui dentro boa parte da manhã, a dormir, a brincar com o meu peluche e a roer um osso que a Humana me deu. sinto-me mesmo mimado e confortável. obrigado, amigos!

7 comentários:

Licínia Quitério disse...

Olá, Maio lindo!

Gostaste então da casinha?

A Oim está muito preguiçosa e pediu-me para ser eu a visitar-te. Eu cá por mim acho que é também uma desculpa para ela não ter de confessar um certo receio pelas tuas efusivas manifestações de contentamento. Ela também me pede para dares cumprimentos a todos os Gatinhos, ao Lost e à Humana que ~tanto vos acarinha.

Eu, a Humana da Oim.

Rosa dos Ventos disse...

Já pensaste que a Humana pode vir a ter que pagar o IMI dessa bela casinha?
É que "eles" agora andam à cata de tudo o que dê dinheiro...

Abraço

Justine disse...

Tudo está bem quando acaba bem, Idun! Mas a tua humana não ganhou para o susto.
E o vosso Maio, que ar ternurento, na casinha nova. É tão bom proporcionar felicidade, seja a himanos, seja a bichos...
Uma festinha em ti

M. disse...

Que bonita que é a tua casinha! Gostei mesmo muito de te ver ali dentro. Uma festinha no teu pêlo lindo.

dona tela disse...

Vou mudando o paradigma.
Beijos.

caniche vagabundo disse...

Fico tão feliz quando vejo humanos a tratarem assim de nós!!! Que belo castelo, Maio!

Chat Gris disse...

Também fico feliz! :)

Arquivo de jardinagem