março 18, 2008

dias de luto, neste jardim


ontem, o mimir deixou-nos, vítima de doença que, discretamente, o foi minando.

há luto, neste jardim e no coração da Humana, que tanto se enternecia com esse gato discreto, sempre pronto a distribuir meiguices por aqueles que o rodeavam, fossem eles pessoas, felinos ou, mesmo, o cachorro lost, que consideramos membro desta família.
doce mimir, é assim que te havemos de recordar: um bichinho confiante e tranquilo que brincava com as plantas, que era um protector atento dos mais pequeninos e dormitava, feliz, ao sol morno da tarde.

lentamente, o tempo há-de secar as lágrimas e fazer passar a dor da tua perda. mas continuaremos, sempre, a gostar muito de ti.

Arquivo de jardinagem