dezembro 02, 2007

há dias assim


a Humana acordou cedo e cheia de energia. depois de tratar de nós e de ir tomar café, voltou para casa e, aproveitando o sol, resolveu fazer jardinagem. a minha irmã brunilde, que anda sempre atrás dela, foi assistir e supervisionar o trabalho. a Humana continuava muito contente, a cantar, enquanto arrancava ervas daninhas e tratava das plantas. hoje, foi dia de podar as roseiras. a certa altura, picou-se num espinho, deixou de cantar e até disse uma asneira. depois, olhou em volta para ver se alguém a tinha ouvido - por sorte não ia ninguém a passar na rua, nessa altura - e a seguir foi calçar umas luvas, coisa que devia ter feito antes de ir podar as roseiras, acho eu, no meu entender de gata. mas enfim...
apesar de ter a janela aberta, eu resolvi aproveitar o facto de a casa estar em sossego para preguiçar e dormir umas boas sonecas, cá dentro.
a Humana decidiu almoçar no quintal, para grande alegria do cachorro Lost, que passa boa parte do dia lá fora. e, agora que já caiu o frio, estamos dentro de casa. o ambiente quentinho, as barrigas consoladas, o som não demasiado alto da música... hoje não contamos com visitas, temos a Humana e a casa só para nós. há domingos mesmo agradáveis.

1 comentário:

Chat Gris disse...

Pois há, Idun, domingos verdadeiramente memoráveis! É uma delícia quando os nossos humanos ficam o dia inteirinho em casa, não é? Ainda por cima com um domingo feioso como o de ontem!
Marradinhas para ti, Brunilde e Lost (falta alguém?...)
Boa semana.

Arquivo de jardinagem